799 – Aterrorizados (2006)

altered.16531.jpg

Altered


2006 / EUA / 88 min / Direção: Eduardo Sánchez / Roteiro: Jamie Nash / Produção: Robin Cowie, Gregg Hale; Matt Compton, Jeff Johnsen, Michael Monello, Mike Monello (Coprodutor); Andy Jenkins, Andrew Lang (Produtores Associados); Bob Erick (Produtor Executivo) / Elenco: Adam Kaufman, Catherine Mangan, Brad William Henke, Michael C. Williams, Paul McCarthy-Boyington


 

Aterrorizados é aquele tipo de bagaceira trash até a medula do jeito que a gente adora. Quando você dá play, ele começa se levando a sério, pero no mucho, com certo clima de tensão e suspense, que vai se arrastar por boa parte do longa, com um grupo caçando um alienígena na floresta. Mas meu amigo e minha amiga, quando esse tal alienígena aparece, aí num dá para segurar o escracho.

Pense num versão século XXI de um visual de ET tipicamente Roger Corman? Pronto, é disso que estamos falando, e isso não é demérito nenhum, tendo em vista a tênue linha que Aterrorizados propositalmente caminha entre a seriedade e galhofa, as atuações do mais baixo calibre e efeitos de maquiagem toscos e decentes ao mesmo tempo, além de uma história completamente estapafúrdia que nos brinda com uma nave espacial em formato de rã no seu final. Sério, é impagável!

Talvez a maior curiosidade sobre Aterrorizados é que ele é dirigido por Eduardo Sánchez. Não ligou o nome à pessoa? Ele, junto com Daniel Myrick foi o diretor do influentíssimo A Bruxa de Blair, seminal terror indie do final dos 90’s. Acredita que esse é só seu segundo trabalho, lançado sete anos depois do estouro do filme pai do found footage, quando muitos apontavam a dupla como os novos gênios do gênero?

altered3.jpg
Autópsia do Fantástico

Pois bem, como disse ali em cima, o filme começa com um grupo caçando algo na floresta (que teoricamente a gente não sabe ainda que não é deste planeta), que acaba caindo em uma armadilha e é levada para a casa de Wyatt (Adam Kaufman) onde descobrimos que os mesmos tiveram uma experiência traumática com essa criatura espacial há 15 anos, quando ainda adolescentes e abduzidos por alienígenas hostis, sendo que um deles, Timmy, o irmão de Wyatt, morreu após uma poderosa infecção extraterrestre. Todos tiveram suas vidas arruinadas, foram desacreditados pela sociedade e acusados de assassinato, passando o resto da vida paranoicos e obcecados com aquela questão.

Com o alienígena acorrentado na garagem, não vai demorar em que ele passe a usar seus poderes mentais para tentar controlar o grupo, chamar ajuda, e ao se libertar, iniciar uma feroz batalha contra eles, infectando-os para alterar suas estruturas celulares, fazendo com que sua peles comecem a necrosar, ou então partindo para ataques diretos vorazes, como, por exemplo, na infame e hilária cena em que a criatura arranca os intestinos de um dos homens e começa a puxá-lo, meio que disputando um cabo de guerra com o sujeito.

Pois bem, temos aí uma boa e forte dose de decomposição de pele, vísceras, gore, ao mesmo tempo com explicações esdrúxulas sobre a origem dos alienígenas e suas motivações hostis e escusas num intrincado plano de dominação terrestre, claro, com sua nave em formato de rã. Isso aí sem contar, mais uma vez, a tosquíssima aparência do alien, que apesar de sua violência e das doses de tensão e claustrofobia do filme, mantém sempre aquele pé no escracho.

Aterrorizados tem uma duração curta, é de fácil assistir, nasceu como uma comédia de horror, mas que no decorrer do caminho, manteve mais o horror e deixou a comédia involuntária por conta de sua tosqueira, o que acabou acertando em cheio no produto final, ótimo para um passatempo descompromissado se você é fã de sci-fi bagaceira.

altered-movie-alien-skin-falling-off-bite.jpg
Concurso Miss Universo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s